Notícias e Novidades

Quais os principais impactos do eSocial

publicado em fevereiro 22, 2019

Para ficar mais claro, não será mais possível contratar um colaborador sem que este tenha apresentado toda a documentação para contratação. As informações precisam ser enviadas para o ambiente do eSocial em pelo menos um dia antes de novo contratado iniciar na organização.

Há exceção apenas no caso do empregador enviar o evento de “Registro Preliminar ” (ou seja, a admissão faltando algumas informações). Neste caso, ele terá que complementar as informações até o fechamento da competência.

Isso quer dizer que teremos de dar adeus ao nosso “jeitinho”. Por exemplo, quando, em algumas situações, acontecem nas organizações, onde os gestores nos falam: “deixa ele começar e traz o que falta depois”.

Essa situação não pode mais acontecer. Porém, caso aconteça, já deixe ciente que a empresa pode estar passível de multas e penalidades. Não existe mais a situação de empresas desinformadas ou mal intencionadas ao contratar uma pessoa e somente assinar a carteira dela três meses depois.

Os gestores de pessoas precisam preparar a empresa, reprogramar a mentalidade dos colaboradores, líderes e sócios. Existe um desafio à frente que precisa ser encarado e trabalhado. A mudança precisa começar dos líderes para os colaboradores, atentando-se aos prazos, avaliando as rubricas (que são as verbas de folha como gratificação por exemplo) e refazendo processos internos.

A equipe que integra o Departamento Pessoal e seus processos, por exemplo, vai precisar se profundar ainda mais no conhecimento da legislação. Ou seja, tem de se tornar a referência em eSocial e legislação trabalhista dentro das empresas.

 

Fonte: Fortes Tecnologia