Notícias e Novidades

Como organizar as finanças para o carnaval?

publicado em fevereiro 25, 2019

O carnaval já está chegando! Com o objetivo de aproveitar os melhores preços e oportunidades, o ideal é planejar viagens e passeios com o máximo de antecedência.

Mas, como nem sempre isso é possível, alguns recursos podem facilitar o processo como, por exemplo, as famosas planilhas e check lists. Abaixo, Rafael Pereira, CEO da Rebel, plataforma online de empréstimo pessoal, separou algumas dicas para ajudar na organização financeira para quem deseja aproveitar a folia sem preocupações. Confira:

Planeje todos os gastos

Coloque no papel tudo o que é preciso para a viagem acontecer: passagem, gasolina, pedágio, hotel, alimentação e entretenimento como, por exemplo festas, bebidas, locais que deseja conhecer na cidade, etc. Além disso, reserve um valor para gastos emergenciais, como medicamentos e extravio de bagagem.

Aproveite a tecnologia

Aplicativos e sites que comparam preços de passagens e hotéis são excelentes opções para planejar uma viagem. Dessa maneira, é possível analisar todos os locais desejados, escolhendo a opção que melhor atende suas necessidades.

Analise opções e seja flexível

Na hora de escolher um lugar para ficar, pesquise também os hostels. Eles são opções mais baratas, ideais para quem viaja em turma, e que disponibilizam quartos compartilhados ou privativos.

Com relação ao destino, por mais que deseje muito conhecer um local, se decidir viajar de última hora, mantenha a cabeça aberta. Seja para curtir a folia com amigos ou para descansar com a família, na maioria das vezes, optar por destinos com menores procuras pode baratear o passeio. Além disso, outra dica é conversar com pessoas que já foram para o destino para conhecer melhor as opções de lazer e uma média de gastos na região.

À vista ou parcelado?

Evite parcelas e dívidas. Caso a oportunidade de viagem tenha surgido só agora e você não tenha o dinheiro guardado para pagar a vista, opte por um empréstimo pessoal. As taxas de juros são menores e, dessa maneira, você ainda pode negociar descontos pelo pagamento à vista.

 

Fonte: Rede-jornal-contábil